"Seja esperto o suficiente para entender o que se passa a sua frente"

domingo, 10 de julho de 2011

O'que acontece?

O que acontece?
Imaginação solidão, medo
Imperfeição indecisão  segredo

Estranho pensar , sem nexo
Vejo a minha volta.  Sempre sem nada
Muitas palavras,  varias  ameaças Bla bla bla

Cada Minuto ao seu mundo significa perda de tempo
Posso estar louco, estou morrendo aos poucos
E aos poucos vejo que isso não tem solução

Minha depressão é ver que esse motivo me leva a loucura
Bem ou mal foda-se  eu não te conheço e você não me conhece Bla bla bla
Consideração, aquele que falou por trás ao meu lado você está
Consideração, pensamento fraco favorece a mente valente. vacilão e inocente

Pilantragem é vantagem pra quem não tem coragem
Quem pode pode, quem não enxerga  a realidade se isola e se fode 
Ironia a minha parte... quem sabe?  pode ser!  só depende de você
Quem eu sou, me diga você

Cada Minuto ao seu mundo significa perda de tempo
Posso estar louco, estou morrendo aos poucos
E aos poucos vejo que isso não tem solução

Desavenças diante do meu teto
Discussão com quem se diz alguém mais no fundo não é ninguém bla bla bla
Arrependimento ambas as partes, minha que não será
Seja o que for esteja onde for. Não se preocupe onde vou, o erro foi seu
Se arrependa por algo retratado. Não por sofrer diante a um amor passado

Veja minha vida se revela contra sua inveja e sua raiva
Palavras doem, verdade ferra, Mas o preço da sinceridade acaba com sua falsa dignidade
Eu sou apenas eu mesmo.  Quem eu sou mistério!
Mas não seja o aquilo que nunca poderá ser
O que posso fazer, me diga você

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Tirando isso da Minha Vida

Escrevo aqui no presente, para que no futuro seus olhos possam lembrar de mim, quando sua mente me esquecer.
( Seu grande erro ) Off
Perdoe me por minha imperfeição
Meu erro se sobre sai em gestos, e minha maior conquista rir do erro
Ser humano de falhas e acertos, voz ativa que nunca deu oportunidade a expectativa
Imperfeição uma grande reflexão que escorre sobre minhas mãos.
Mas línguas desaprovam o me tornarei amanhã...
Me renderei aos próximos para burlar os postiços, mistério que se encaixa ao amanhecer
Caixa de imperfeições que é moldada ao anoitecer, planície que nunca ira se desfazer.

Sell My Soul - Na na Never.

Sell My Soul  -  Na na Never.
O futuro me faz pensar no Passado, e isso faz Meu presente. Será que Isso é Loucura!?

Música

Música
Não me imagino sem música, acho que se não existisse música as coisas seriam meio vazias e as pessoas seriam sem noção.